A minha modesta ótica sobre a vida material e espiritual!

Para os seres humanos encarnados cada instante que se vive sempre tem uma valia inestimável. Aqui somos todos aprendizes de uma escola que precisa aceitar a diversidade porque é enriquecedora. Até porque cada um traz um cabedal de experiências passadas cujas características são sempre peculiares. Dessa forma, se processa a nossa tão almejada evolução espiritual. Não podemos confundir sucesso material com o espiritual, embora não haja incompatibilidade entre os dois, desde que as Leis Naturais e Imutáveis, as quais não preceituam nenhuma discriminação, sejam respeitadas  e todos na nossa estada possamos vislumbrar  um conforto material, sem exagero,  e saibamos dividir com os nossos semelhantes, que, em princípio, também merece desfrutá-lo. Enfim, a felicidade, na ótica lato sensu, é um direito de todos, portanto, nesse tema não se pode ter uma ótica egoísta . O Racionalismo Cristão (RC) propaga de forma exaustiva e ao qual somos signatários, o lema que em essência todos somos irmãos. Todos somos providos de atributos enaltecedores, uns mais e outros menos. A lapidação deles se dá através da busca incessante e escorreita de vidas aqui nesse planeta escola, por conseguinte, de aprendizado. Pretensão de perfeição não é lugar nesse nosso ambiente. Ou seja, tudo bem coerente e de acordo com as Leis Naturais e Imutáveis e com aderência ao processo evolutivo de todos nós. O direito de sonhar é amplo e irrestrito e como a utopia é o combustível de sonhar grande, haverá um dia que os dogmas das ciências que estudam a espiritualidade será um lugar comum no Planeta Terra, muito embora, como na história, a evolução espiritual não aceita saltos e segue o mesmo princípio. Mas, não há motivo para quaisquer posturas que nos conduzem ao desânimo, porque a estrada dessa evolução, seja ela íngreme ou mais suave, deverá ser singrada. Ter clareza de pensamentos para o bem representa o limiar das nossas ações meritórias. A disciplina para tal tem um valor inestimável. É certo que estamos acumulando um cabedal e um patrimônio espiritual, cujo conforto e alegria ajudam a perpetuar crédito para a nossa preciosa evolução que deve ser, sempre, o objetivo primordial e final de todos os seres encarnados. O RC  mostra de forma clara e que representa um axioma, a relação de causa e seus efeitos que se processa tanto na vida material como espiritual. Podemos designá-la como um artigo pétreo das Leis Absolutas Naturais e Imutáveis. Estas são blindadas a qualquer tipo de privilégio. Todos somos iguais perante a elas e que não propagam o atrasado conceito de destino e castigo. A égide que orienta o ser humano é do livre-arbítrio por questão de coerência. Não existem armadilhas na nossa caminha como encarnado e a eternidade do espírito. Às vezes temos a mania de culpar outrem pelos nossos fracassos. É evidente que a  ótica da solidariedade deve também ser uma das tônicas que deve prevalecer nas relações humanas, sem ser um incentivo a indolência. Um mundo está cheio de exemplos altruísticos de pessoas e instituições de ajuda humanitária. desnecessário se torna citá-los pois a lista é imensa, mas o RC, de maneira desprovida de qualquer alarido, cumpre, exemplarmente, essa função social no campo material e espiritual. Haverá um dia que a sua filosofia terá um considerável número de adeptos, embora a quantidade não pode secundarizar a qualidade. A prática da vida no campo terreno nos mostra que o ser humano precisa estar sob o controle de leis para cumprir determinados preceitos para que, muitas das vezes, seja impedido de cometer atos de violência contra o semelhante. É comum passar ileso a essas leis, mas nas Leis Naturais e Imutáveis não existe essa possibilidade pelas óbvias características que a ninguém concede favorecimento. O mundo Terra habitado por seres falíveis que aqui estão para adquirir a tão desejada e almejada evolução espiritual estão sob o crivo das tais leis. É preciso que tenhamos a clareza que a nossa estada representa um estágio de desenvolvimento espiritual que nos dá uma mensagem que não há superioridade de um ser sobre o outro. Somos o que atualmente podemos sê-lo e desprovidos de privilégios. O merecimento é de cada um. A lógica da vida espiritual não necessita de avalista em qualquer campo que estejamos. É algo belo para ser admirado, sem fanatismo e sim com a prevalência da racionalidade.

Publicado por hiltonferreiramagalhes

Engenheiro Eletricista/Eletrônico; Mestre em Ciências de Engenharia Elétrica-Sistema de Potência/COPPE-UFRJ; Mais de 4 décadas de experiência em projetos de engenharia e docência de 1º, 2º e 3º. Atualmente se dedica a projetos de eficência energética e geração fotovoltaica, a qual considera a do futuro bem próximo. Vide sistema off e on grid que crescem mais de 2 vezes por ano no Brasil. Excelente instrumento para obtenção de crédito de carbono.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: