Porque da Opção?

Por que da opção?Na sua campanha antecipada pela reeleição, agora como opção prioritária e preferencial pelo norte e nordeste, o presidente Bolsonaro inaugura, hoje, a usina termoelétrica Porto de Sergipe, com a utilização de gás importado. A pergunta que se faz: O que é feito do nosso gás natural associado dos poços de petróleo? AContinuar lendo “Porque da Opção?”

Mesmo com todas as contradições, não podemos desperdiça o nosso potencial!

Os acontecimentos no contexto mundial, ao longo dos séculos, mostram-nos que a História não admite saltos e é desta forma também que se dá a evolução de uma Nação do estágio em desenvolvimento para a condição de uma Nação considerada de primeiro mundo, no que tange aos aspectos sociais; econômicos; estabilidade política e, sobretudo, educacionalContinuar lendo “Mesmo com todas as contradições, não podemos desperdiça o nosso potencial!”

A minha paixão em ensinar e a opção em favor da natureza!

Tenho uma sólida formação universitária na área de engenharia elétrica/eletrônica, mestrado em ciências de engenharia pela COPPE/UFRJ e mais três cursos de pós-graduação em nível de MBA. Tenho uma longa experiência nas áreas de engenharia e docência por mais de três décadas. Tive o privilégio de ajudar a formar mais de 20000 alunos de 1º,Continuar lendo “A minha paixão em ensinar e a opção em favor da natureza!”

O protagonismo do bom senso!

Cada vez mais se expande a geração solar fotovoltaica, tanto que se refere a sua capacidade instalada e nos aspectos da pesquisa e inovação. É muito bom que apareçam novos inversores e também módulos de maiores potências. Menos áreas disponíveis serão necessárias, o que representa um requisito e diferencial importantes para a célere expansão daContinuar lendo “O protagonismo do bom senso!”

Um horizonte límpido!

Um horizonte límpido!Notícias nas áreas da pesquisa e inovação são muito alvissareiras. Temos uma avalanche que a chamo do bem, porque a solar possui um perfil de convívio, harmônico com a natureza, invulgar. É lógico que não existe nenhuma fonte que não tenha o mínimo impacto no meio ambiente. É ilusão pensar ao contrário. NoContinuar lendo “Um horizonte límpido!”

A eficiência energética e a fotovoltaica.

Por que somos sempre muito atrasados em aplicar o óbvio? Trabalho com eficiência energética  há anos. Em 1994 foi precursor de programa de eficiência energética do Centro de Tecnologia da UFRJ, quando mandei colar nas salas de aula uma figura com uma lâmpada incandescente para chamar atenção com a seguinte frase: A luz que você apagadaContinuar lendo “A eficiência energética e a fotovoltaica.”

A energia solar uma avalanche do Bem!

A energia solar fotovoltaica já funciona como uma avalanche do bem impossível de se deter. Independente de quaisquer tipos de vinculação político-partidária, há que aplaudir a isenção dos impostos de importação dos insumos e produtos ligados ao setor que fora assinada pela Presidente da República. O que é bom para o Brasil temos que apoiar.Continuar lendo “A energia solar uma avalanche do Bem!”

A geração solar fotovoltaica e os arcos elétricos.

A corrente contínua exige material específico.Novos cabos específicos para a geração fotovoltaica constituem um passo importante para dar maior segurança nessas instalações que trabalham com geração de corrente contínua, que é uma tecnologia ainda pouco difundida em todos os segmentos consumidores. Os arcos elétricos nesse tipo de corrente têm caraterística mais perigosa e,por isso, materiaisContinuar lendo “A geração solar fotovoltaica e os arcos elétricos.”

O bom senso indica que não pode conter o avanço da Tecnologia!

Existem nichos no Brasil que podem ajudar a alavancar a disseminação da fotovoltaica que são os prédios públicos, os campi universitários, centro de pesquisas e as demais escolas do ensino básico. A maioria sabe que já existe um decreto presidente da época do FHC que determina que os prédios do governo federal são obrigados aContinuar lendo “O bom senso indica que não pode conter o avanço da Tecnologia!”

Não podemos ir contra o mundo desenvolvido!

Ainda bem que o bom senso predomínio! Lembro-me do Proinfa, programa da Eletrobras destinado às fontes alternativas de energias. Por incrível que pareça,em torno de uma década, deixava de fora a geração fotovoltaica. Naocasião escrevi ao Professor Tomasquim, titular do programa dePesquisas Energéticas que estranhava tal ausência. De forma gentil,respondera-me que brevemente a fotovoltaica seriaContinuar lendo “Não podemos ir contra o mundo desenvolvido!”